Pages

Subscribe:

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Deputado Marco Aurélio destaca criação da UEMASUL e novas possibilidades para o desenvolvimento do ensino superior na Região Tocantina




O deputado estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB), usou a tribuna da assembléia legislativa, na manhã desta terça-feira (27), para destacar a criação da Universidade Estadual da Região Tocantina - UEMASUL, projeto de lei de autoria do executivo estadual, encaminhado à assembléia legislativa pelo governador Flávio Dino na última segunda-feira (26).

Na ocasião, Marco Aurélio parabenizou o governador pela iniciativa, medida que dará autonomia financeira e administrativa para os campi da Universidade Estadual em Imperatriz e região. “Todos os campi da UEMA na nossa região padeciam com a falta de autonomia financeira e administrativa, fato que de certa forma prejudicou o desenvolvimento do ensino superior na região. A partir de agora, com a incorporação dos quadros educacionais, patrimônio e a criação de uma unidade administrativa, teremos a descentralização da universidade, o que dará autonomia à região, possibilitando assim o melhor desenvolvimento de suas atividades.” Destacou o parlamentar, completando que a criação da UEMASUL, com a devida condição orçamentária, ajudará a adição de novos cursos de graduação e de extensão (mestrado e doutorado) na região, pois somente a UFMA tem curso de mestrado na região, dentre as universidades públicas. 
Governador enviou PL que institui a criação da UEMASUL

O deputado citou ainda os investimentos que o governo do estado vem realizando no ensino superior da Região Tocantina. O campus de Açailândia, por exemplo, teve aprovada a deliberação para a criação do curso de Engenharia Civil, uma demanda antiga da região que terá uma resposta por parte do governo. Em Imperatriz, foi aprovada a construção do Campus Agrário da UEMA, um investimento na ordem de R$ 15 milhões que contemplará os cursos de Agronomia, Engenharia Florestal, Veterinária, entre outros. A obra já foi licitada e deverá ter início nos próximos dias.


Ex-aluno do curso de matemática no campus da UEMA em Imperatriz, o próprio Marco Aurélio contribuiu com R$ 1 milhão de reais, em emendas parlamentares, para aquisição de livros, computadores e melhoria da infraestrutura do campus de Imperatriz. “Como filho da Universidade Estadual do Maranhão, como uma pessoa que teve todas as oportunidades de crescimento profissional, de fortalecimento de uma compreensão e amadurecimento pessoal graças à universidade, eu entrava na UEMA há vinte anos com muitos sonhos, filho de uma costureira, adentrava a universidade com o objetivo de ser professor. A UEMA me proporcionou todas as possibilidades de inclusão social, de acreditar que a educação me faria vencer. É por isso que destaco o fortalecimento da UEMA em nossa região, com a nova estrutura administrativa da UEMASUL, pois terá condições de contribuir com o crescimento desta instituição e com o futuro de tantos jovens que por lá alicerçarão seus caminhos.” Concluiu.
Leia Mais >>

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Deputados destacam crescimento do Maranhão no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB



Em sessão plenária realizada na tarde desta segunda-feira (12), os deputados Professor Marco Aurélio (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB) e Rogério Cafeteira (PSB) destacaram o avanço do Maranhão no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB, índice composto por indicadores educacionais como taxa de aprovação, resultado da prova Brasil (aplicada na 4ª a 8ª série do Ensino Fundamental nas escolas de todo o Brasil) e do SAEB (Sistema Nacional de Educação Básica – aplicado em uma amostra de escolas do Ensino Médio).

Segundo resultado, liberado pelo Ministério da Educação na última quinta-feira (08), o Maranhão apresentou o segundo maior crescimento entre todos os estados da federação, atrás apenas de Pernambuco. O resultado mostrou uma evolução de 2.8 para 3.1 pontos, o que, segundo o deputado Marco Aurélio, reflete a seriedade com o que governador Flávio Dino vem tratando a educação maranhense.

“O Maranhão sempre figurou entre os últimos no índice do IDEB, porém, com o mesmo material humano, os mesmos professores, a mesma equipe, mas com uma visão diferenciada implantada pelo governo, conseguimos demonstrar um avanço em um período de apenas um ciclo.” Afirmou Marco Aurélio, lembrando que o governo tem feito um investimento maciço na melhoria da infraestrutura e na qualificação dos profissionais que compõem a equipe da secretaria de educação.

Apesar de ainda não atingir a meta estabelecida pelo Ministério (3.3), por meio de ações pontuais realizadas pelo governo do estado, a educação maranhense começa a demonstrar um alicerce, que deve pavimentar o crescimento educacional maranhense nos próximos ciclos.

O deputado Bira do Pindaré pontuou as ações realizadas pelo governo, através das secretarias de Educação, e Ciência e Tecnologia, que tem beneficiado milhares de jovens maranhenses em pouco menos de dois anos. “Devemos ressaltar o grande trabalho realizado pelo governo através de programas como Escola Digna’, ‘Cidadão do Mundo’, criação do IEMA, núcleos de educação integral, além da reestruturação que vem sendo feita em toda a rede estadual. Ações como as citadas certamente devem equiparar o Maranhão com nossos estados vizinhos durante os próximos anos.” Projetou o parlamentar.

Para o líder do governo na casa, o deputado Rogério Cafeteira, é importante ressaltar que durante a última aferição do IDEB, em 2013, o Maranhão havia apresentado uma queda. “Não tenho a menor dúvida que nas próximas medições iremos apresentar crescimentos ainda melhores como resultado dos investimentos que continuam sendo feito pelo nosso governador.” Afirmou o deputado Cafeteira.
Leia Mais >>