Pages

Subscribe:

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Comissão especial proposta pelo deputado Marco Aurélio irá analisar impactos da Hidrelétrica de Estreito para seca no Rio Tocantins

Imagem aérea do Rio Tocantins


Em discurso realizado na manhã desta quarta-feira (05), o deputado estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB), destacou o grave problema da seca que tem impactado seriamente o nível do Rio Tocantins ao longo de seu percurso “maranhense”. Segundo maior rio completamente brasileiro, o Rio Tocantins possui uma enorme importância para o desenvolvimento dos municípios pelos quais passa (Goiás, Tocantins, Maranhão e Pará.). Ocupando uma área de 803.205 km², é a maior bacia hidrográfica inteiramente brasileira, além da terceira do Brasil em potencial hidrelétrico.

O deputado destacou a maior seca enfrentada pelo Rio Tocantins, afirmando que parte do problema é causado pelo impacto ambiental das instalações de usinas hidrelétricas ao longo de seu percurso. “É certo que estamos enfrentando os efeitos graves da estiagem e do El Niño, mas nada tem impactado tanto nosso Rio como as usinas hidrelétricas. Por conta da contenção da água do rio para a geração de energia elétrica, o curso do rio tem sofrido quedas drásticas no nível de seu corpo. Abaixo da barragem do Estreito, o resto é seca. Em muitos trechos, já é possível atravessar o rio a pé, a navegação está completamente comprometida, a pesca está completamente comprometida e nós não podemos ficar sentados apenas esperando a chuva cair. ” Destacou o parlamentar.

Marco Aurélio propôs e foi aprovada pela Assembleia Legislativa a criação de uma comissão especial, composta por cinco deputados, para realizar uma visita técnica à usina de Estreito a fim de levantar dados sobre o volume de água retido e quais os impactos dessas ações para o percurso do Rio. “Não dá para assistir à situação do nosso rio sem buscar uma solução prática. Vamos checar in loco a realidade para avaliar o que pode ser feito, juntamente com a secretaria estadual de meio ambiente e membros da sociedade civil para realização de um debate técnico e sugerir outras soluções para o problema. O Rio Tocantins precisa de toda a força possível e de toda a preocupação daqueles que trouxeram os impactos ambientais para nosso rio.” Afirmou.


A proposta da criação da comissão foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares e agora será encaminhada aos blocos para que seja feita a escolha dos membros e agendamento da visita.

Confira o discurso do deputado na íntegra:

Nenhum comentário:

Postar um comentário