Pular para o conteúdo principal

União de forças de Imperatriz busca apoio em Brasília para reverter fechamentos de agências

Deputado e parte da comitiva em visita à Câmara Federal

Em agenda na capital federal, nos dias 08 e 09 de março, o deputado estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB) integrou ampla comitiva formada por representantes da Assembleia Legislativa do Maranhão, Câmara Municipal de Imperatriz, Associação Comercial e Industrial de Imperatriz, OAB, Sindicato dos Bancários, Prefeitura de Imperatriz, além do ex-prefeito Sebastião Madeira. O objetivo da agenda foi buscar reverter o fechamento das agencias do Banco do Brasil, da Praça da Cultura, do Banco do Nordeste da Avenida Bernardo Sayão e da Seccional da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

Reunião com a Bancada Federal
A comitiva foi criada na audiência pública realizada na Câmara Municipal de Imperatriz no mês de fevereiro para discutir o fechamento das instituições. Na ocasião, o deputado Marco Aurélio propôs um encaminhamento para a criação de uma ampla comissão com as forças representativas políticas e da sociedade civil com o objetivo de reivindicar, em parceria com a bancada federal maranhense a manutenção das agências e da seccional da PGFN.

Durante a visita, Marco Aurélio destacou as importantes adesões às causas e a necessidade de se manter a união em favor da Região Tocantina. "Há muito tempo não se via uma união tão grande de forças em prol de uma causa de Imperatriz. Ficamos muito felizes com o apoio dos mais diversos setores da sociedade civil, bem como da bancada federal maranhense, em Brasília, que fez questão de articular e nos acompanhar nas agendas, além de apoiar de forma unânime nossas reivindicações" , afirmou o parlamentar.

Em Brasília, a comitiva contou com os apoios dos deputados Federais,  Rubens Jr. (PCdoB) e Jucelino Filho (DEM), este, coordenador da bancada maranhense. Na chegada, todos reuniram com o senador Edison Lobão (PMDB) para pedir apoio à causa. Em seguida, a comitiva reuniu com a bancada federal maranhense. "Essa reunião com a bancada maranhense foi muito importante, a partir de agora teremos o apoio de todos os deputados da bancada, que se comprometeram a unir esforços em favor desta causa. Os parlamentares prometeram buscar a solução junto ao governo federal, mesmo que para isso seja preciso enfrentar os interesses do Planalto." ressaltou Marco.


O deputado federal Jucelino Filho destacou a mobilização de tantas figuras representativas em torno de uma causa de extrema importância para a segunda maior cidade do nosso estado, uma região que vem se desenvolvendo muito com uma economia pulsante. "Nós fomos incisivos junto a direção do Banco do Brasil e da PGFN para que seja revisto os posicionamentos tomados pelos órgãos pelo fechamento das agências, iremos agora monitorar e cobrar as providências." lembrou o parlamentar.
Nesta reunião com a bancada federal, também participaram o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos e deputado estadual Léo Cunha(PSC).

Marco Aurélio e toda a comitiva foram recebidos ainda na Presidência do Banco do Brasil, pelo gerente geral, Wagner Aparecido Mardegan e o gerente executivo da instituição. Na ocasião foi apresentada  toda a problemática do fechamento da Agência da Praça da Cultura e foi feita a cobrança para a reabertura. Os gerentes se comprometeram a realizar um estudo específico sobre o caso e darão uma posição se é possível retomar ou redimensionar a agência para outra região da cidade para que não haja uma perda maior.


O sindicato dos bancários, que esteve representado pelo presidente estadual, Eloy Natan e pelos diretores regionais Pietro Marino e Cássio Valdenor defendeu que o Banco do Brasil já não cumpre a lei das filas em Imperatriz e sem a agência da praça da cultura, agravará ainda mais a situação.
Além dos integrantes da comitiva de Imperatriz, acompanharam esta audiência os deputados federais Juscelino Filho e Hildo Rocha.

Reunião Ministério da Fazenda
No Ministério da Fazenda, a comitiva, que foi acrescida com a presença do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, foi recebida por Iêda Aparecida, diretora do departamento de gestão corporativa e Bruno Travassos, chefe de gabinete da assessoria parlamentar do Ministério. Segundo a PGFN, o fechamento da seccional de Imperatriz se dá por questões orçamentárias, resultantes da grave crise econômica e os cortes de orçamento do órgão, além disto, outras 5 agências foram fechadas em todo o país. Mesmo sem saírem com uma posição positiva da audiência, o pleito será reforçado pela bancada federal maranhense, o que foi garantido pelos deputados federais presentes na reunião, Juscelino Filho, Zé Reinaldo Tavares e Hildo Rocha.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz ressaltou a importância da viagem, afirmando que "apenas através do associativismo e da comunhão de esforços será possível dar uma respostar aos diversos problemas pelos quais passa a cidade. Entendemos que unindo forças entre a iniciativa privada e os poderes constituídos poderemos somar e ter encaminhamentos maiores e melhores para nossa cidade." Afirmou Hélio Araújo.

"Obtivemos certa resistência com relação a manutenção da seccional da PGFN em Imperatriz, mas contaremos com o apoio dos deputados e senadores da bancada maranhense em Brasília para que a causa não seja esquecida. Estamos otimistas com a união de todas estas entidades e personalidades políticas em torno do bem de Imperatriz e nossa região Tocantina. Não descansaremos diante da tentativa de retirada dos direitos de nosso povo." Avaliou o deputado Prof Marco Aurélio, sobre a agenda em Brasília.

Os encaminhamentos seguirão com a integração dos membros da comitiva e representantes de setores que estão dispostos a ajudarem na causa.

Também estiveram presentes nas agendas, o vice-presidente da ACII, Guilherme Maia, os diretores da ACII, Atenagoras Reis, Euvaldo Lopes de Sousa e Ribinha Cunha, além dos vereadores por Imperatriz, Carlos Hermes (PCdoB) e Fábio Hernandez(PSC).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO TOCANTINS(CONCURSOS E VESTIBULARES)

HISTÓRIA DO TOCANTINS PROFESSOR: ALESSANDRO GORGULHO
1) DESBRAVAMENTO E POVOAMENTO DA REGIÃO
A partir das Grandes Navegações, iniciadas no século XV, começa a constituição de impérios coloniais na América. Os portugueses, pioneiros no processo das navegações, acabaram por garantir para seus domínios parte das novas terras descobertas através da assinatura, em 1494, do Tratado de Tordesilhas, onde dividiu com a Espanha não apenas as terras americanas, mas todo o mundo a ser ainda descoberto. O tipo de colonização aqui implantado atendia aos interesses mercantilistas da época, ou seja, cabia à colônia ser fornecedora de riquezas para sua metrópole através da exploração dos recursos naturais coloniais, tais como madeiras, especiarias, ouro e pedras preciosas, além de ser uma área de comércio restrito (Pacto Colonial). Além da exploração econômica, cabe ressaltar a questão da catequese. A exploração se dava em nome do lucro e de Deus. Foram os franceses quem descobriram o rio Tocantins ao encont…

Simulado TEOREMA - Técnico de Enfermagem.

SIMULADÃO
1-O técnico de enfermagem deve ter conhecimento do Sistema Único de Saúde e das leis que orientam as políticas de saúde do nosso país. Fazem parte da lei Orgânica de Saúde n°8080/90, de 19 de setembro de 1990, os seguintes princípios de assistência à saúde:
a) Universalidade, sociabilidade e equidade. b) Universalidade, igualdade e sustentabilidade. c) Integralidade, universalidade e igualdade. d) Integralidade, igualdade e generalidade. e) Igualdade, popularidade e interdisciplinaridade
2-Sr. A.P.O. vai se submetido a uma cirurgia de LOBOMECTOMIA. Para estes fins, o paciente hospitalizado é colocado em posição de Decúbito Lateral, qual a função dessa cirurgia. a) Retirada do baço. b) Retirada do ovário. c) Retirada do Rim. d) Retirada de um lado do pulmão. e) Retirada de um pedaço da orelha
3- A Sra. A.C.R. retorna do centro cirúrgico após submeter-se a remoção das trompas. Esse procedimento cirúrgico recebe a seguinte denominação:
a) quadrantectomia. b) colecistectomia. c) nefrectomia. d) …

Comissão especial proposta pelo deputado Marco Aurélio irá analisar impactos da Hidrelétrica de Estreito para seca no Rio Tocantins

Em discurso realizado na manhã desta quarta-feira (05), o deputado estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB), destacou o grave problema da seca que tem impactado seriamente o nível do Rio Tocantins ao longo de seu percurso “maranhense”. Segundo maior rio completamente brasileiro, o Rio Tocantins possui uma enorme importância para o desenvolvimento dos municípios pelos quais passa (Goiás, Tocantins, Maranhão e Pará.). Ocupando uma área de 803.205 km², é a maior bacia hidrográfica inteiramente brasileira, além da terceira do Brasil em potencial hidrelétrico.
O deputado destacou a maior seca enfrentada pelo Rio Tocantins, afirmando que parte do problema é causado pelo impacto ambiental das instalações de usinas hidrelétricas ao longo de seu percurso. “É certo que estamos enfrentando os efeitos graves da estiagem e do El Niño, mas nada tem impactado tanto nosso Rio como as usinas hidrelétricas. Por conta da contenção da água do rio para a geração de energia elétrica, o curso do rio tem sofr…