Pular para o conteúdo principal

Professor Marco Aurélio participa da audiência pública sobre a crise hídrica do Rio Tocantins



O deputado estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB) participou, nessa sexta-feira (01), de uma audiência pública, proposta pelo deputado federal Deoclides Macedo (PDT), que aconteceu no auditório do Ministério Público, em Imperatriz, para tratar sobre a crise hídrica no Rio Tocantins e o abastecimento de sua bacia, mais precisamente nos municípios de Estreito, Porto Franco, Campestre, Ribamar Fiquene, Governador Edison Lobão, Imperatriz e Vila Nova dos Martírios.

Em sua fala, o deputado colocou uma situação preocupante que “a gente não pode mais adiar uma solução para esse problema e eu penso também que não dá mais pra encontrar um meio termo. Agora nós já estamos em um ponto de optar se tem o equilíbrio do rio ou então se vai optar pela produção de energia, e se a escolha for a geração de energia em detrimento da população, buscaremos todo apoio para impedirmos, pois Imperatriz já corre um risco de ficar sem água, onde todo o sistema de captação está comprometido, em função do baixíssimo nível do nosso Rio.".

Estiveram presente também na audiência o presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreo e o superintendente de Operações e Eventos Críticos da ANA, Joaquim Gondim, onde destacaram algumas crises hídricas em algumas regiões do país, como em Brasília, que passa por racionamento de água. O promotor do Meio Ambiente, Jadilson Cerqueira e representantes do Consórcio Estreito de Energia (Ceste) e Suzano também estavam no debate, assim como a parte mais atingida, que é quem sobrevive do Rio, como os pescadores, barraqueiros, ribeirinhos, empresários do ramo, estudantes e população em geral.

Ficaram definidos que Imperatriz receberá um relatório com a projeção do nível do Rio, com a constante da vazão dos reservatórios para o período de veraneio, como acontece no Goiás e Tocantins, para que os barraqueiros possam instalar suas barracas nas praias sem preocupação. Outro ponto garantido pelo superintendente da ANA foi manter a vazão das hidrelétricas a montante de Estreito nos seus limites, fazendo assim a vazão da Usina operacionalizar pelo os próximos dois meses 750 m³/s, mantendo o nível do rio Tocantins no atual estágio, o que, pelo menos não agravaria a crise, pois as previsões eram que a situação ficasse ainda mais grave. 

O presidente da Companhia de Saneamento e Ambiente do Maranhão (Caema), Carlos Rogério, informou que dois técnicos da ANA junto com os técnicos da Caema farão uma avaliação para uma proposição futura de um plano no dia 05 de setembro e tranquiliza a população, pois “com a sinalização que já foi posta, com a manutenção do Rio Tocantins nesse nível, nós garantiremos o abastecimento de água pleno na cidade de Imperatriz” afirma.

Marco Aurélio parabenizou o Deputado Federal Deoclides Macedo pela forte articulação que avançou na criação do comitê de crise e as ações em decorrência da atuação do parlamentar, mobilizando as partes que têm a competência para, pelo menos atenuar a crise. 

Agenda

Ainda nesse primeiro de setembro, o deputado estadual Professor Marco Aurélio, reuniu com o presidente da Caema, Carlos Rogério, com o gerente regional da Companhia em Imperatriz, Rafael Heringer, o vereador Carlos Hermes (PCdoB),  para encaminhar a solução para o problema abastecimento de água na Vila Vitória. Será feito um investimento pelo governo Flávio Dino na localidade, para o aumento da vazão do sistema, além da implantação de rede de distribuição para atender a comunidade. O presidente disse que como a área a ser atendida é grande, terá um investimento médio de R$ 600 mil e que já foi determinado pelo governador que seja feito. 

Logo após, o professor se reuniu com o diretor de centro da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) de Imperatriz, Daniel Duarte e os professores do curso de Medicina, Rodson Glauber e Bianca Ferreira. Na pauta, a bonificação nas notas do Enem para estudantes de escolas do Maranhão e a busca de parcerias para o campus de Imperatriz da universidade federal, devido ao contingenciamento de recursos feito pelo governo federal. Mesmo Marco Aurélio  estando no mandato de deputado estadual, este se comprometeu em buscar articulação com deputados federais para reforçar a causa da busca da melhoria dos campi de Imperatriz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO TOCANTINS(CONCURSOS E VESTIBULARES)

HISTÓRIA DO TOCANTINS PROFESSOR: ALESSANDRO GORGULHO
1) DESBRAVAMENTO E POVOAMENTO DA REGIÃO
A partir das Grandes Navegações, iniciadas no século XV, começa a constituição de impérios coloniais na América. Os portugueses, pioneiros no processo das navegações, acabaram por garantir para seus domínios parte das novas terras descobertas através da assinatura, em 1494, do Tratado de Tordesilhas, onde dividiu com a Espanha não apenas as terras americanas, mas todo o mundo a ser ainda descoberto. O tipo de colonização aqui implantado atendia aos interesses mercantilistas da época, ou seja, cabia à colônia ser fornecedora de riquezas para sua metrópole através da exploração dos recursos naturais coloniais, tais como madeiras, especiarias, ouro e pedras preciosas, além de ser uma área de comércio restrito (Pacto Colonial). Além da exploração econômica, cabe ressaltar a questão da catequese. A exploração se dava em nome do lucro e de Deus. Foram os franceses quem descobriram o rio Tocantins ao encont…

Comissão especial proposta pelo deputado Marco Aurélio irá analisar impactos da Hidrelétrica de Estreito para seca no Rio Tocantins

Em discurso realizado na manhã desta quarta-feira (05), o deputado estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB), destacou o grave problema da seca que tem impactado seriamente o nível do Rio Tocantins ao longo de seu percurso “maranhense”. Segundo maior rio completamente brasileiro, o Rio Tocantins possui uma enorme importância para o desenvolvimento dos municípios pelos quais passa (Goiás, Tocantins, Maranhão e Pará.). Ocupando uma área de 803.205 km², é a maior bacia hidrográfica inteiramente brasileira, além da terceira do Brasil em potencial hidrelétrico.
O deputado destacou a maior seca enfrentada pelo Rio Tocantins, afirmando que parte do problema é causado pelo impacto ambiental das instalações de usinas hidrelétricas ao longo de seu percurso. “É certo que estamos enfrentando os efeitos graves da estiagem e do El Niño, mas nada tem impactado tanto nosso Rio como as usinas hidrelétricas. Por conta da contenção da água do rio para a geração de energia elétrica, o curso do rio tem sofr…

Simulado TEOREMA - Técnico de Enfermagem.

SIMULADÃO
1-O técnico de enfermagem deve ter conhecimento do Sistema Único de Saúde e das leis que orientam as políticas de saúde do nosso país. Fazem parte da lei Orgânica de Saúde n°8080/90, de 19 de setembro de 1990, os seguintes princípios de assistência à saúde:
a) Universalidade, sociabilidade e equidade. b) Universalidade, igualdade e sustentabilidade. c) Integralidade, universalidade e igualdade. d) Integralidade, igualdade e generalidade. e) Igualdade, popularidade e interdisciplinaridade
2-Sr. A.P.O. vai se submetido a uma cirurgia de LOBOMECTOMIA. Para estes fins, o paciente hospitalizado é colocado em posição de Decúbito Lateral, qual a função dessa cirurgia. a) Retirada do baço. b) Retirada do ovário. c) Retirada do Rim. d) Retirada de um lado do pulmão. e) Retirada de um pedaço da orelha
3- A Sra. A.C.R. retorna do centro cirúrgico após submeter-se a remoção das trompas. Esse procedimento cirúrgico recebe a seguinte denominação:
a) quadrantectomia. b) colecistectomia. c) nefrectomia. d) …